Potengi, verás que um filho teu não foge à luta!

Saúde e Prevenção nas Escolas

O Núcleo Saúde  e Prevenção nas Escolas de Potengi-Ce, realizou neste dia 16 do corrente mês uma  reunião  com todos os jovens  que fazem  o  SPE, para planejar a realização da 1° Semana Saúde na Escola e fortalecer a mobilização contra a dengue no Municipio. A  Enfermeira Zilma Mendes coordenadora do Núcleo reafirmou a importancia do grupo em  assumir a liderança nos  trabalhos para a conscientização da  juventude diante da sociedade.  A Jovem Regina Oliveira, também coordenadora do Núcleo fez esclarecimentos sobre a atuação do SPE nas escolas no periodo de carnaval. O Jovem Edson Veriato fez explanações sobre o  Estatuto da Juventude  e colocou a importancia dos jovens está participando ativamente dos conselhos municipais, inclusive acompanhar a criação do Conselho Municipal de Juventude que vem para ser uma ferramenta de fiscalização na implantação de politicas públicas de juventude no Municipio e com diálogo diretamente com o poder público Municipal.
Foto: Edson Veriato
Foto: Edson Veriato
Foto: Edson Veriato

Conheça um pouco mais do programa Saúde e Prevenção nas Escolas,
Prevenção nas Escolas tem como estratégia   a conscientização dos jovens sobre os riscos da aids e DSTs
Falar ao jovem sobre a importância de usar o preservativo para evitar a gravidez não planejada e para evitar a infecção por doenças sexualmente transmissíveis (DSTs) e pelo HIV. Pensando em questões como essa, o Ministério da Saúde e o Ministério da Educação desenvolvem o programa Saúde e Prevenção nas Escolas (SPE).

O programa estimula as escolas a adotarem a educação sexual em seus currículos e discute com pais, professores e diretores a melhor forma de distribuir preservativos aos jovens. O SPE também é desenvolvido em parceria com a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) e o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef).

Segundo o Censo Escolar 2005, realizado pelos ministérios da Saúde e da Educação, a maior parte das escolas brasileiras deixaram os tabus de lado e incluíram a educação sexual em seus currículos. Na ocasião, essas instituições de ensino afirmaram trabalhar algum tema relacionado à promoção da saúde e educação preventiva. Segundo a Pesquisa do Comportamento Sexual do Brasileiro, feita pelo Centro Brasileiro de Análise e Planejamento (Cebrap) e divulgada no ano passado, a escola é o segundo lugar mais apontado pelos jovens para obter informações sobre aids. Em primeiro vem a família e em terceiro, a televisão.


Estímulo - O Saúde e Prevenção nas Escolas preocupa-se em estimular ainda mais o ensino da educação sexual nas escolas. Para auxiliar na divulgação do programa, foi elaborado o Guia de Formação para Profissionais de Saúde, que auxilia na capacitação dos profissionais de educação e saúde que trabalham junto à população. Existe também o Guia de Formação para Jovens, com um conteúdo mais apropriado para essa faixa etária

Postar um comentário

Postar um comentário