Potengi, verás que um filho teu não foge à luta!

MPE impugna 5 candidaturas de prefeitos e vice-prefeitos em Pacajús, Chorozinho, Horizonte e Sobral

Depois de analisar pedidos de candidaturas registrados no Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE), o Ministério Público Eleitoral (MPE) impugnou, ontem, oito candidaturas de prefeitos e vice-prefeitos em cinco municípios do interior cearense.
Auri Costa, de Pacajús, teve candidatura cassada.
No município de Horizonte, na Região Metropolitana de Fortaleza, os dois candidatos a prefeito mais conhecidos pela população, José Rocha Neto (PTB), o Rochinha, e Manoel Gomes de Farias Neto (PSDB), o Nezinho, tiveram as candidaturas impugnadas.
No município vizinho, em Pacajus, o atual prefeito, Auri Costa Araripe (PR), que registrou candidatura para concorrer à reeleição, e Francisco José da Cunha Queiroz (PTC), mais conhecido como Fan Cunha e que é candidato a vice-prefeito na chapa de Auri, também tiveram os registros impugnados.
José Sinval de Carvalho Lima, que já foi prefeito do município de Chorozinho e que é candidato esse ano à Prefeitura da cidade, é outro alvo do Ministério Público. Seu pedido de candidatura foi impugnado, assim como o do candidato a prefeito em Sobral, Francisco José Alves Guimarães (PV).
Já os postulantes Francisco José Souza e Ângelo Luiz Nóbrega, ambos candidatos a vice-prefeito no município de Marco, na Região Norte do Estado, também sofreram impugnações.
Outras ações do MPE
Essas são as primeiras ações ingressadas pelo Ministério Público Eleitoral e, portanto, novas impugnações devem ser divulgadas até a próxima segunda-feira, quando a entidade vai disponibilizar um balanço à população.
Segundo o procurador eleitoral Márcio Torres, as impugnações são fruto de várias irregularidades observadas nos pedidos de candidaturas e nos históricos dos postulantes. Pesquisas foram realizadas pelos promotores de todas as comarcas do Ceará junto às listas enviadas pelo Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), Tribunal de Contas do Estado (TCE) e Tribunal de Contas da União (TCU).
As ações de impugnação ainda serão julgadas, conforme explica Torres, pelos juízes de cada zona eleitoral, até o final do mês de julho. Caso as ações sejam julgadas procedentes, os candidatos ainda poderão recorrer ao TRE-CE.
ENTENDA A NOTÍCIA
Pela legislação eleitoral, os Tribunais apresentam listas de gestores e ex-gestores que tiveram algum tipo de irregularidade nas contas. Com base nesses relatórios, a Procuradoria pode impugnar as candidaturas.
Impugnação
Auri Costa Araripe - Pacajus / prefeito
Francisco José da Cunha Queiroz (Fan Cunha) – Pacajus / vice-prefeito
José Rocha Neto (Rochinha) – Horizonte / prefeito
Manoel Gomes de Farias Neto (Nezinho) – Horizonte / prefeito
José Sinval de Carvalho Lima (Zé Sinval) – Chorozinho / prefeito
Francisco José Alves Guimarães (Dr. Guimarães) – Sobral / prefeito
(Ranne Almeida, O Povo Online)

Postar um comentário

0 Comentários