Potengi, verás que um filho teu não foge à luta!

Fotos Manifestação: Comunistas em defesa dos professores de Juazeiro do Norte

Esta é a primeira grande manifestação no interior do Ceará. Juazeiro do Norte é a maior cidade do interior do Estado, com mais de 200 mil habitantes. Os professores estão em greve há uma semana e reivindicam de Macedo a revogação da redução salarial aprovada pela Câmara Municipal na semana passada.
 Estudantes e trabalhadores, saíram da Rua São Pedro, passaram pelo Memorial Padre Cícero, Câmara Municipal e prefeitura.
 Entenda a lei que reduz bônus
A lei aprovada também reduz o nível de aumento salarial por tempo de carreira. Antes da aprovação, cada professor recebia automaticamente um aumento de 5% no salário a cada três anos no serviço público, um bônus por tempo de carreira.

Com a mudança, o aumento a cada três anos passa para 3%. "Uma preocupação extra é com os professores que estão afastados das salas de aula por doença e que agora perdem a gratificação de regência de classe. Tem professor com redução de R$ 900 no salário", explica.

O Ministério da Educação estabelece o valor de R$ 1.567,00 como piso para docentes. Em Juazeiro do Norte, somando as gratificações, os professores recebem R$ 2.193,00. A Secretária de Educação, Célia Viana, diz que a redução é necessária. “Nós precisamos fazer um reajuste nessa folha porque, como está, está sendo impossível pagar. A gente reconhece que, em certa parte, está atingindo os nossos servidores, mas a gente precisava mesmo rever isso”.


































Postar um comentário

Postar um comentário