Potengi, verás que um filho teu não foge à luta!

Honestino: 40 anos sem respostas

Foto de Mayara Viana.

No dia 10 de outubro deste ano completam-se 40 anos do desaparecimento de Honestino Monteiro Guimarães. Com o objetivo de promover a memória do líder estudantil que se tornou símbolo da luta por liberdade e democracia, e de estabelecer conexões entre as lutas do passado e do presente, familiares de Honestino e o Comitê pela Verdade, Memória e Justiça do Distrito Federal (CVMJ-DF) realizam o projeto Honestino: 40 anos sem respostas, com diversas atividades durante o mês de outubro.

A programação será inaugurada no próprio dia 10 de outubro (quinta-feira), com o lançamento em Brasília e no Rio de Janeiro da campanha Trilhas de Honestino. A campanha busca revelar e reunir relatos, informações e acervos sobre a vida de Honestino e fortalecer a luta por Verdade, Memória e Justiça. Contando com a parceria de coletivos e movimentos que lutam por avanços na democracia brasileira, a campanha será realizada prioritariamente nas redes sociais. Relatos, informações e documentos devem ser enviados para o e-mail memoriahonestino@gmail.com.

No Rio de Janeiro, a campanha será lançada durante o Testemunho da Verdade: Onde está Honestino Guimarães?, ato promovido pela Comissão da Verdade do Rio de Janeiro no Salão Nobre da IFCS/UFRJ, a partir das 10 horas. Na ocasião, estarão presentes a ex-mulher de Honestino, Isaura Botelho, e sua filha, Juliana.

O ato de lançamento da campanha em Brasília será a partir das 12h30, no Anfiteatro 9 da UnB, localizado no “Minhocão”, ICC-Sul. O lançamento ocorrerá logo após a sessão de estreia do Cinema pela Justiça, projeto desenvolvido numa parceria entre a Casa Agostinho da Silva, o Balaio Café e o CVMJ-DF com o objetivo de fortalecer a luta pela Justiça de Transição no Brasil. Antes do ato, às 10 horas, será instalada uma placa do projeto Lembrar é Re Existir, indicando o local da sede da Federação dos Estudantes Universitários de Brasília (FEUB) que foi presidida por Honestino, onde hoje funciona o estacionamento da Casa do Professor, ao lado Faculdade de Educação.

A programação até o fim do mês inclui sessões do Cinema pela Justiça no Balaio Café (201 norte), às sextas-feiras, das 19h às 21h. Também serão promovidas sessões para estudantes dos centros de ensino médio Elefante Branco e CEAN (nos quais Honestino estudou) e do Colégio Municipal Honestino Monteiro Guimarães, em Itaberaí, interior de Goiás, cidade onde Honestino nasceu. Sessões extras podem ser realizadas por pessoas e entidades que queiram aderir ao projeto.

Outro destaque da programação é a edição especial do projeto Arte Degrau em homenagem a Honestino, que será realizada dia 25 de outubro na Praça dos Três Poderes. A programação conta com diversas manifestações culturais protagonizadas por GOG, Markão Aborígene, Máximo Mansur, Arsenal do Gueto, Museu da Música, Marina Mara, Nicolas Behr, a Cia Colapso, o grupo Teatro da Sacola e os coletivos Cultura de Classe, Radicais Livres, Coletivo Palavra e Coletivo Rodamoinho.

Confira a programação completa: http://honestinoguimaraes.wordpress.com/

Realização
Comitê pela Verdade, Memória e Justiça do Distrito Federal (CVMJ-DF)

Postar um comentário

Postar um comentário