Potengi, verás que um filho teu não foge à luta!

Potengi é contemplado com o projeto Estação Juventude Itinerante Campo


 Neste dia 21 de Agosto na Câmara Municipal de Potengi a Coordenação Municipal de Juventude, recebeu a Coordenadoria de Juventude do Ceará do Governo Cid Gomes  para anunciar uma conquista histórica para a juventude do nosso município, o projeto Estação Juventude Itinerante Campo que percorrerá comunidades rurais levando cursos e oficinas para jovens de toda zona rural, onde   foi apresentado pelos jovens Ramon e Felipe ambos da Coordenação de Juventude do Ceará. O projeto será Coordenado pelo Jovem Edson Veriato Coordenador da Pasta Municipal de Juventude, com total apoio da Prefeitura Municipal através do prefeito Samuel Carlos. 

O jovem Edson Veriato que foi indicado para assumir a coordenação de juventude, ressalta a importância da participação da  juventude neste processo de efetivação das Políticas Publicas de Juventude e na criação de espaços que garantam  os direitos fundamentais aos jovens, através do projeto que cria  o Conselho Municipal de Juventude.

Os Jovens Neto Cruz, Michael Cruz e Naysse Alencar fortaleceram a apresentação do projeto



O Programa Estação Juventude tem a finalidade de promover a inclusão e emancipação dos jovens, com a ampliação do acesso às políticas públicas por meio destes equipamentos públicos. O Estação Juventude oferecerá informações sobre programas e ações para os jovens, além de orientação, encaminhamento e apoio para que eles próprios tenham condição de construir as suas trajetórias e buscar as melhores formas para a sua formação.Os espaços do programa Estação Juventude contarão com gestores capacitados para fornecer informações e desenvolver atividades que facilitem o acesso dos jovens a serviços e políticas públicas que atendam às suas necessidades. O objetivo principal do programa Estação Juventude é instaurar espaços públicos de atendimento à juventude visando:
  • Ampliar o acesso de jovens de 15 a 29 anos – sobretudo aqueles que vivem em áreas vulnerabilizadas – a políticas, programas e ações que assegurem seus direitos de cidadania e ampliem a sua capacidade de inclusão e participação social
  • Oferecer tecnologia social para o desenvolvimento de Políticas para Juventude
  • PPJs permanentes e locais para e com a juventude, por meio de ações que instauram conexões sociais e geram novos serviços
  • Criar redes para emancipação da juventude, em especial para os jovens de territórios com dificuldades de garantia de acesso aos direitos

Postar um comentário

Postar um comentário