Potengi, verás que um filho teu não foge à luta!

Após quase 20 anos, grupo de índios isolados faz contato com tribo no AM

Indígenas do povo Korubo habita região do Vale do Javari.
Desde 1996, etnia não estabelecia contato, diz Funai.

Do G1 AM
Imagem recente da Base Ituí-Itaquaí, onde os korubos estão atualmente (Foto: Divulgação/Funai)Imagem recente da Base Ituí-Itaquaí, onde os korubos estão atualmente (Foto: Divulgação/Funai)
Um casal e quatro crianças do povo indígena isolado Korubo fez contato com uma tribo Kanamari no Rio Itaquaí, na Terra Indígena (T.I.) Vale do Javari, no município de Atalaia do Norte, no Amazonas, no dia 9 deste mês. Atualmente, o grupo está em uma base de proteção da região. Na sexta-feira (19), a assessoria da Fundação Nacional do Índio (Funai) informou ao G1 que, há quase 20 anos, os Korubos não estabeleciam contato. Segundo a instituição, a região que o grupo habita é formada por uma grande quantidade de povos isolados.
Após o contato, os índios Kanamari levaram o grupo para a aldeia Massapê e informaram a Funai. No dia 10, a Fundação deslocou ao local um helicóptero com intérpretes indígenas. Segundo a instituição, no mesmo dia, os indígenas receberam atendimento médico preventivo na aldeia.
Equipes da Funai e Secretaria Especial de Saúde Indígena (Sesai) deram início a procedimentos que buscam a proteção epidemiológica do grupo. "No momento, a Funai busca entender as necessidades dos indígenas, respeitando sua autonomia. Há um esforço também em compreender os motivos que os levaram a estabelecer contato. Portanto, a Funai dará apoio à decisão que eles tomarem quanto ao próximo destino", diz a Fundação, em nota enviada à redação.
mapa vale javari (Foto: Editoria de Arte/G1)
Atualmente, o grupo está na Base de Proteção Etnoambiental Ituí-Itaquaí, que fica dentro da Terra Indígena Vale do Javari. Servidores da Funai mantêm diálogo com os indígenas. O objetivo é assegurar a garantia, autonomia e autodeterminação do grupo.
Povo Korubo
De acordo com a Funai, um outro grupo do povo Korubo, composto por 16 pessoas, foi contatado em 1996 pela Fundação. Na época, a instituição concluiu que havia necessidade de estabelecer contato, "após sucessivos conflitos com o entorno não-indígena, que acarretaram várias mortes entre os Korubo".
A Funai informou ainda que hoje, a população contatada de 33 pessoas vive no Rio Ituí, Terra Indígena Vale do Javari. A Fundação afirmou ainda que monitora outros grupos de Korubos que permanecem isolados.
A insituição destacou ainda que, além de atender o grupo que manteve contato em 1996, atua na localização e monitoramento de povos indígenas isolados e na proteção territorial na T.I. Vale do Javari.
Segundo a Funai, o Vale do Javari abriga a maior quantidade conhecida de povos indígenas isolados do mundo. Até o momento, a instituição tem conhecimento de, pelo menos, nove grupos isolados confirmados na região. "Dois deles são Korubo. O grupo que fez contato pertence a um deles", afirmou a Fundação.
Imagem do Vale do Javari; registrou foi feito Foi tirada em abril de 2011 em sobrevoo de monitoramento da Funai (Foto: Divulgação/Funai)Imagem do Vale do Javari; registro foi feito em abril de 2011 em sobrevoo de monitoramento da Funai (Foto: Divulgação/Funai)

Postar um comentário

Postar um comentário