Potengi, verás que um filho teu não foge à luta!

Data Magna celebra pioneirismo cearense na libertação dos escravos

    Monumento em homenagem ao pioneirismo do Ceará na libertação dos escravos (Redençã/CE)
Monumento em homenagem ao pioneirismo do Ceará na libertação dos escravos (Redençã/CE)Foto: Divulgação
O pioneirismo do Ceará na libertação dos escravos, em 1883, é comemorado nesta quarta-feira (25/03), feriado estadual. Considerada a Data Magna do calendário cearense, o dia foi instituído há quatro anos, por meio da Emenda Constitucional nº 73, aprovada pela Assembleia Legislativa em 1° de dezembro de 2011. Iniciativa do então deputado Lula Morais (PCdoB), a Emenda alterou o artigo 18 da Constituição Estadual.
Em 1º de janeiro de 1883, a Vila do Acarape foi o primeiro município brasileiro a libertar seus escravos. Com o feito, a vila passou a ser chamada Redenção, hoje município integrante do Maciço de Baturité. O abolicionismo no Brasil só veio cinco anos mais tarde, em 13 de maio de 1888, com a assinatura da Lei Áurea pela Princesa Isabel.

Redenção é conhecida como Rosal da Liberdade. Em reconhecimento, desde 2009 a cidade sedia a Universidade Federal de Integração Luso-Afro-Brasileira (Unilab).
LF/CG

Postar um comentário

Postar um comentário