Potengi, verás que um filho teu não foge à luta!

Agricultores fazem ato em defesa do Semiárido e do Rio São Francisco

  Um ato público foi organizado na manhã desta terça-feira (17) em defesa do Semiárido nordestino e do Rio São Francisco. Participaram do 'Semiárido Vivo: Nenhum Direito a Menos', trabalhadores rurais de 10 estados, pescadores, membros de comunidades indígenas e quilombolas, integrantes de movimentos sociais e de outras organizações, para alertar sobre a importância da continuidade de políticas públicas na região. A concentração foi na Concha Acústica, no Centro de Petrolina, Sertão pernambucano.
  Do ceará participaram representantes de várias cidades, entre elas, Potengi representada por Miguel Alexandre, Edson Veriato, Jorge Rodrigues e Janailson Lemos.
    De acordo com a coordenadora da Articulação Semiárido Brasileiro (ASA) no estado do Ceará, Cristina Nascimento, foram convidadas 18 mil pessoas de todos os estados do Nordeste, além de Minas Gerais, para participar do movimento. O ato é contra cortes em programas governamentais como o programa de cisternas, Bolsa Família, Programa Nacional de Aquisição de Alimentos (PAA), Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae), Seguro Safra e Bolsa Estiagem. “Estamos atravessando um momento delicado, são quatro anos de seca, e questionamos o fato do ajuste fiscal ter implicação direta em ações de convivência com o Semiárido”, afirmou Cristina.

Postar um comentário

Postar um comentário