Potengi, verás que um filho teu não foge à luta!

Quarenta e Nove prefeituras estão sendo investigadas pelo Ministério Público, Cinco é do Cariri e Potengi permeia entre elas

O trabalho já resultou em medidas de busca e apreensão e outras medidas cautelares nas Prefeituras de Bela Cruz, Reriutaba, Tururu, Tianguá e Apuiarés.


O Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE), por meio da Procuradoria dos Crimes contra a Administração Pública (PROCAP), realizou de janeiro a agosto deste ano inspeção em 49 municípios cearenses que emitiram Decretos de Emergência. Conforme o órgão, 18 dessas cidades evoluíram para Procedimento Investigatório Criminal (PIC).
O trabalho já resultou em medidas de busca e apreensão e outras medidas cautelares nas Prefeituras de Bela Cruz, Reriutaba, Tururu, Tianguá e Apuiarés. As ações foram realizadas pelo grupo especial de promotores de Justiça criado pela Procuradoria Geral de Justiça (PGJ) a fim de auxiliar a PROCAP em casos em que não ficou evidenciada a participação de gestor municipal ou outra autoridade com prerrogativa de foro.
Confira a lista completa:
Aiuaba, Alto Santo, Apuiarés, Aquiraz, Aracati, Barbalha, Bela Cruz, Boa Viagem, Canindé, Chaval, Choró, Crato, Cruz, Fortim, Graça, Groaíras, Guaiuba, Ibiapina, Ibicuitinga, Icapuí, Iguatu, Irauçuba, Jardim, Jijoca de Jericoacoara, Madalena, Marco, Milhã, Morrinhos, Novo Oriente, Pacajus, Pacatuba, Palhano, Paracuru, Paraipaba, Pedra Branca, Pereiro, Potengi, Reriutaba, Saboeiro, Santa Quitéria, Santana do Acaraú, Tauá, Tianguá, Tururu, Ubajara, Umari, Umirim, Várzea Alegre e Viçosa do Ceará.

Com informações retiradas do Repórter Ceará

Postar um comentário

Postar um comentário